o iab.pe pretende construir ao longo do biênio 2020/2021 uma gestão horizontal e participativa, em que haja diálogo constante e divisão de tarefas entre membros da co-presidência e conselheiros. os espaços de representação da entidade bem como as demandas decorrentes do calendário de atividades serão geridas, debatidas e encaminhadas pelos integrantes dos grupos de trabalho que hoje estruturam a entidade.

no ato da formação da chapa, tomamos como referência os dados disponibilizados pelo anuário do CAU de 2019, que sinalizou um total de 68% de mulheres exercendo o ofício da arquitetura e do urbanismo no estado de pernambuco. sendo assim, buscamos compor uma chapa que tivesse a predominância de mulheres na diretoria (co presidência), primando pela diversidade de gênero e raça, e, vislumbrando uma representação institucional do iab.pe que não estivesse restrita ou centralizada na figura de um único indivíduo, pertencente a um grupo social, econômico e cultural específico.

somos regidos pela nossa "carta de princípios" e consideramos importante a articulação e aliança com grupos e setores da sociedade civil que comunguem dos mesmos valores que nós, em especial, a defesa da democracia plena, da autonomia popular nas decisões públicas, das ações de fortalecimento dos sujeitos sociais historicamente excluídos, da garantia de direitos e liberdades constitucionais, e, do exercício responsável da Arquitetura e Urbanismo.

clique aqui e veja na integra a carta de princípios da gestão contrafluxo (2020-2022) do iab.pe

gestão.png

diretoria

conselho superior

conselho fiscal